jusbrasil.com.br
4 de Dezembro de 2021
    Adicione tópicos

    Como me tornei advogada de trânsito?

    Tem muita gente nova me conhecendo nas mais variadas redes. Então, nada mais justo do que nos conhecermos melhor, não né mesmo?

    Erica Avallone, Advogado
    Publicado por Erica Avallone
    há 2 meses

    Afinal, quem é Erica Avallone e como comecei a atuar no mercado de trânsito?

    Meu nome é Erica Avallone Lima, sou advogada e já atuo há 8 anos na defesa de condutores e proprietários de veículos, porém, embora minha atuação seja forte no estado de São Paulo, consigo atender o Brasil todo, já que a matéria trânsito é nacional e o meu escritório é ONLINE.

    Hoje, sou professora de cursos de especialização e da Pós Graduação em Direito de Trânsito da Faculdade Legale.

    Além disso, sou membro das comissões de Direito de Trânsito e de Empreendedorismo Jurídico da subseção da OAB de Botucatu/SP, que a cidade onde eu resido.

    O início da minha carreira foi como a da maioria dos recém formados em direito: cheia de desafios e inseguranças, afinal de contas, enquanto não somos aprovados na OAB, não é possível trabalhar como advogado.

    Porém, nada que seja impeditivo para você (que não passou na OAB), já atuar defendendo motoristas e proprietários de veículos, já que grande parte da atuação é administrativa, como você verá ao me acompanhar mais de perto no Instagram.

    E quando somos (se somos) aprovados na OAB, o desafio continua, afinal, temos muitos advogados no Brasil e, se você não vem de uma família de advogados, ingressar no mercado de trabalho é muito difícil.

    Então, no começo, como eu tinha muito tempo livre, conforme eu ia sendo contratada para alguma demanda de amigos e familiares, eu fazia um resumo do caso no qual eu estava trabalhando e publicava no meu Blog e também aqui no JusBrasil.

    Esses resumos eu também publicava na internet ainda quando eu estava na faculdade e também na durante a minha pós graduação.

    Até que alguns parentes começaram a ter problemas com multas de trânsito e um deles levou uma multa muito grave e com consequências bem pesadas e então, como eu já vinha fazendo, estudei o caso e logo fiz um post com o seguinte título: Recuso de Multa: Pego no Bafômetro.

    Neste post, eu abordei quais as penalidades da infração ao art. 165 e 165-A do CTB e a possibilidade que o motorista tem de se defender.

    Esse post ficou bastante tempo muito bem posicionado no Google e acabei sendo procurada por motoristas na mesma situação.

    No começo, confesso: eu achava estranho quando esses potenciais entravam em contato comigo e, em muitos casos eu sequer prestava atendimento e até ignorava muitos desses motoristas que estavam aflitos e precisando de um auxílio.

    Porém como a procura era constante, vi uma oportunidade: muitos precisavam desse serviço e haviam pouquíssimos profissionais especializados.

    Foi ai que minha cabeça mudou. Comecei a estudar o Mercado de Trânsito e não parei mais. Muita coisa eu tive que vasculhar muito para encontrar e eu até ligava nos órgãos de trânsito para saber sobre procedimentos, sobre quais documentos eram necessários para juntar em um recurso de multa, sobre como enviar/protocolar o recurso e muito do que aprendi foi errando, infelizmente.

    Fui procurar cursos para me especializar mas confesso, na época não havia onde estudar. Mas eu não desisti, procurei livros, cursos para oferecer o melhor serviço aos meus clientes.

    Estruturei meu site, minhas redes e passei a atender clientes no Brasil todo, aprendendo todo dia e sem deixar ninguém desamparado e sempre buscando a legalidade do ato.

    Até hoje posso dizer que o Mercado de Trânsito é um verdadeiro oceano azul. E hoje, eu te apresento esse mercado.

    E o que eu quero que você entenda com esse pequeno texto, é que eu não escolhi o Direito de Trânsito.

    Essa área de atuação veio de uma oportunidade que surgiu e eu consegui aproveitá-la. E é possível sim viver de defesa de motoristas e proprietários de veículos muito bem.

    Para me conhecer um pouco melhor, me segue no Instagram, lá você vai conhecer um pouco mais da minha história, da minha rotina e como é possível atuar no grande Mercado de Trânsito.

    Como no Instagram conseguimos ter um contato mais próximo, sempre tem caixinha de perguntas para responder as dúvidas de vocês 😉

    Aproveito essa oportunidade e te convido para se inscrever no meu canal no Youtube, lá você vai poder conferir um pouco do conteúdo que eu compartilho sobre o Mercado de Trânsito, abrangendo assuntos como o direito dos motoristas e proprietários de veículos, como recorrer de multas e processos administrativos, além de dicas para profissionais que querem ou que atuam neste ramo do direito promissor e muito mais.

    Agora sim, como funciona o meu trabalho?

    Como defensora de condutores e proprietários de veículos, eu defendo a legalidade do ato administrativo, isso quer dizer que todos têm direito de serem punidos da maneira correta, sem excessos e sem violação a direitos constitucionais.

    Por isso, antes da aplicação de qualquer penalidade prevista no nosso Código de Trânsito Brasileiro - CTB, é preciso que o órgão que aplica a penalidade dê àquele que será penalizado a oportunidade de exercer o seu direito de defesa.

    Isso, para quem não sabe, é um direito previsto na nossa Constituição Federal - art. , LV, da CF. Então, mesmo que tenha havido o cometimento da infração, é possível apresentar defesa e recursos de forma administrativa, ou seja, não é preciso ser advogado para isso.

    Isso quer dizer que mesmo que você não seja advogado, você pode apresentar defesas e recursos administrativos para defender os interesses de condutores e proprietários de veículos.

    E se você ainda não atua no mercado de trânsito, saiba que você tem muitas áreas para explorar.

    Com o que o profissional que atua na defesa de motoristas e proprietários de veículos pode trabalhar?

    Hoje em dia a CNH é muito mais do que um artigo de luxo. Para muitos ela é instrumento de trabalho.

    Já imaginou um caminhoneiro tendo que ficar impedido de dirigir por 12 meses? Já pensou nas consequências de uma penalidade como essa? Ele pode perder o emprego!

    Então, com isso em mente, saiba que você pode atuar ADMINISTRATIVAMENTE nos seguintes casos:

    • Defesas administrativas de multas de trânsito;
    • Defesas administrativas de processos de suspensão e cassação da CNH e garantir que o condutor continue dirigindo;
    • Em defesa do motorista profissional (motorista de ônibus, caminhoneiro, taxistas e ubers, entre outros);
    • Multas do Bafômetro (Lei Seca);
    • CNH Provisória;
    • Pedidos de Autotutela;
    • Etc...

    Caso queria saber mais sobre cursos, palestras, treinamentos e mentoria, entre em contato comigo.

    Onde me encontrar?

    Deixo aqui meus contatos e minhas redes sociais. Estou aberta à parcerias 😉

    Contate-me em erica@avallonelima.com.br

    Também estou nesses canais:

    Site | Facebook |Instagram | Linkedin | LinkLei | Youtube

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)